HIDRATAÇÃO.

PORQUE É TÃO IMPORTANTE?

 

Água é vida! Todos nós crescemos a ouvir esta expressão. A razão?  70% do nosso organismo é feito de água. Isto significa que quando estamos desidratados algumas das funções do nosso organismo não são cumpridas de forma eficaz. O nosso corpo perde líquidos diariamente, seja através da urina, do suor ou das fezes. Esta quantidade de água perdida tem de ser reposta para não ocorrer a desidratação.

A reposição diária de líquidos deverá ser feita essencialmente pela ingestão de água, que poderá ser aromatizada, com fruta ou vegetais (rodelas de laranja, limão, folhas de hortelã, manjericão, pepino, etc), ou por chás e sumos (sem açúcar), e deve ser ajudada pela ingestão de alimentos ricos em água, como: melancia, meloa, laranja, morangos, pepino, cenoura, tomate, alface, de entre tantos outros.

Mas, qual é a quantidade diária indicada para cada pessoa?

O cálculo é muito simples: por cada kg de peso devemos ingerir cerca de 35ml de água. Agora é só fazer as contas.

E, se está a pensar “eu sei, eu sei, mas ainda assim, esqueço-me de beber água”, aqui ficam algumas dicas para que se torne mais fácil de integrar este hábito no seu dia-a-dia:

  1. Tenha sempre uma garrafa de água consigo, ao logo do dia;
  2. Se, ainda assim, se esquece de beber água, programe lembretes de 2 em duas horas;
  3. Se não adora o sabor da água lisa, experimente fazer água aromatizada;
  4. Quando se sentir com fome beba água. A sede é muitas vezes confundida com fome.
  5. Se os treinos fazem parte do seu dia-a-dia a hidratação ganha uma importância ainda maior.
  6. As crianças e os idosos têm propensão a desidratar mais rapidamente, a atenção nestes casos deve ser redobrada.

Muito importante também é saber reconhecer alguns sinais que o nosso organismo nos dá e que podem ser alertas de desidratação. Esteja atento a:

  1. Urina mais escura que o normal;
  2. Boca e pele seca;
  3. Diminuição da elasticidade da pele;
  4. Sede extrema;
  5. Fadiga e/ ou cansaço excessivo:
  6. Dor de cabeça;
  7. Tonturas e/ ou sensação de “cabeça leve”;
  8. Diminuição ou ausência de lágrimas;
  9. Olhos “fundos”;
  10. Queda repentina da tensão arterial.

Os motivos para redobrar a atenção sobre a hidratação do seu corpo são mais que muitos. E se há altura boa para implementar boas práticas de hidratação diária do nosso organismo… essa altura é a primavera e o verão. Depois no outono e inverno é só dar continuidade ao hábito já criado.

Live Wisely | Think Wisely | Move Wisely – Juntos na sua melhor versão

Partilhar em

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Que fome é esta? 5 perguntas que o vão ajudar a perceber se a sua fome é emocional ou fisiológica?

QUE FOME É ESTA?

QUE FOME É ESTA?   Na semana passada falámos sobre as características que diferenciam a fome fisiológica e a fome emocional. Ainda assim, numa fase

Ler Mais »
Fome ou Vontade de comer? Saiba como distinguir a fome fisiológica da fome emocional.

FOME OU VONTADE DE COMER?

FOME OU VONTADE DE COMER? Conheça as diferenças entre a fome emocional e a fome fisiológica. Conhece aquela sensação de apetite súbito que nos faz

Ler Mais »
Devo correr sozinho ou acompanhado?

CORRER SOZINHO OU ACOMPANHADO?

CORRER SOZINHO OU ACOMPANHADO?   Pois é, correr sozinho ou acompanhado? Aqui está uma questão que já passou pela cabeça de todos os corredores, que

Ler Mais »