6 INGREDIENTES “MÁGICOS”

 

Quanto estamos de férias o mais certo é não planearmos as refeições com antecedência. E, na verdade, quantos de nós o conseguem fazer no seu dia-a-dia mesmo sem estar de férias?

Implementar o planeamento diário de refeições, tal como qualquer hábito, pode levar algum tempo mas, quando implementado, traz-nos benefícios enormes, a nível financeiro, de tempo e, principalmente, para a nossa saúde e para a de toda a nossa família.

Já o contrário… muitas das vezes, faz com que a tentação leve a melhor!

E as “armadilhas” em que caímos são quase sempre as mesmas: passar em algum lado a caminho de casa para comprar uma refeição pré-feita, “qualquer coisa” rápida e que não dê muito trabalho para despachar o jantar…

Revêem-se nesta situação?

Situações a EVITAR!
  • Entrar no supermercado com fome (se levarmos as crianças connosco pior ainda);
  • Fazer as compras sob a pressão de não ter o que preparar.
Então e PORQUÊ?

Porque estamos cansados, cheios de fome e ávidos de comida rápida… e como RESULTADO compramos tudo o que queremos e não queremos.

A melhor SOLUÇÃO.

Ter sempre os 6 ingredientes “mágicos” em casa. Estes 6 ingredientes são alimentos que, além de muito versáteis, servem de base para cozinhar uma refeição saborosa e saudável. Estamos a falar de:

  1. Alho
  2. Cebola
  3. Azeite
  4. Sal marinho
  5. Limão
  6. Mel

Se tivermos estes 6 ingredientes “mágicos” à mão podemos trocar a ida ao supermercado, por uma passagem rápida na mercearia do bairro e acrescentar meia dúzia de alimentos que tenhamos na despensa lá de casa.

Podemos, por exemplo:

  • Saltear legumes e acompanhá-los com cuscuz ou quinoa ou bulgur;
  • Cozer arroz ou massa integral, e acrescentar um porção de proteína (ovos, carne branca, atum ou tofu).

A verdade é que para fazer uma refeição completa e equilibrada não precisamos de muitos ingredientes. Basta mesmo imaginação e estes 6 ingredientes “mágicos” para lhes dar corpo.

Lembre-se: somos o que comemos.

É possivel, e mais simples do que muitas vezes parece, preparar refeições saudáveis, estejamos nós de férias, ou na azáfama da nossa rotinal habitual de trabalho, basta manter o foco e ter consciência do que é melhor para o nosso bem-estar.

Fica a dica!

Live Wisely | Think Wisely | Move Wisely – Juntos na sua melhor versão.

Partilhar em

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Que fome é esta? 5 perguntas que o vão ajudar a perceber se a sua fome é emocional ou fisiológica?

QUE FOME É ESTA?

QUE FOME É ESTA?   Na semana passada falámos sobre as características que diferenciam a fome fisiológica e a fome emocional. Ainda assim, numa fase

Ler Mais »
Fome ou Vontade de comer? Saiba como distinguir a fome fisiológica da fome emocional.

FOME OU VONTADE DE COMER?

FOME OU VONTADE DE COMER? Conheça as diferenças entre a fome emocional e a fome fisiológica. Conhece aquela sensação de apetite súbito que nos faz

Ler Mais »
Devo correr sozinho ou acompanhado?

CORRER SOZINHO OU ACOMPANHADO?

CORRER SOZINHO OU ACOMPANHADO?   Pois é, correr sozinho ou acompanhado? Aqui está uma questão que já passou pela cabeça de todos os corredores, que

Ler Mais »