3, 2, 1… VOU COMEÇAR A CORRER!

 

Ao longo desta semana foram várias as pessoas que nos contactaram dizendo: “é desta que vou começar a correr!“, logo seguido por um “só não sei por onde começar“.

Se se identifica e sente o bichinho da corrida a chamar por si, o nosso desejo é que ao acabar de ler este artigo só lhe falte mesmo dar o primeiro passo. Que é… Querer mudar!

Sim, querer mudar. Este é o passo mais importante de todos. Mudar custa, principalmente se não soubermos por onde começar.

E é por isso que temos quatro dicas para partilhar consigo:

Primeira dica: para se começar algo de novo, neste caso a corrida, é fundamental definirmos uma meta. Partilhar a meta a que se propôs com os seus amigos e família, ou mesmo nas redes sociais, pode ser um bom compromisso. E porque não uma Corrida De São Silvestre em Dezembro?

Segunda dica: é preciso começar a correr e há variadíssimas formas de o fazer:

  • Ir buscar os ténis (ou sapatilhas, para quem está mais a Norte) que estão no armário e sair para correr, ou melhor, andar e correr. É normal que as primeiras sensações não sejam as melhores porque todo o organismo precisa de se adaptar a uma nova realidade;
  • Insistir e sair uma segunda e terceira vez para correr. Quando chegar, mais ou menos, aos 15 minutos de corrida sem parar, é porque o bichinho da corrida já se instalou, e vale a pena continuar a insistir;
  • Seguir algumas pessoas nas redes sociais que sirvam de inspiração na corrida, como o da nossa co-fundadora Raquel Fortes que transborda de good vibes!

Terceira dica: e esta é para nós a mais importante… seguir um Plano de treino de corrida! Ou seja, um programa desenvolvido à sua medida, adaptado ao seu estilo de vida, definido de acordo com o seu objectivo individual, sempre a par com o acompanhamento personalizado de um treinador que vá adaptando os treinos à evolução que vai tendo, sempre com o objetivo comum de chegar à meta a que se propôs.

Quarta dica: usufrua do processo de mudança. Celebre as suas vitórias e superações diárias, pois por muito pequenas que lhe pareçam, são elas que juntas o vão fazer chegar ao tão desejado objectivo.

Hoje focámos-nos naqueles que sentem o desejo de começar a correr, mas quem diz começar a correr, diz começar a treinar, fazer yoga, meditação. Diz também querer melhorar tempos de corrida, ou lançar-se ao desafio de correr uma distância mais longa (este é o timming perfeito para começar a treinar para a Meia Maratona de Lisboa ou para a Maratona de Sevilha).

Seja o que for, o que importa é que esteja em sintonia consigo, com aquilo que sente que precisa fazer neste momento.

Porque o importante mesmo é cuidar do seu corpo e da sua mente, investindo num estilo de vida ativo e consciente, aquele que o fará sentir-se na sua melhor versão.

Do que está à espera?  3, 2, 1… GO! Dê o primeiro passo.

Live Wisely | Think Wisely | Move Wisely – Juntos na sua melhor versão

 

 

Partilhar em

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Que fome é esta? 5 perguntas que o vão ajudar a perceber se a sua fome é emocional ou fisiológica?

QUE FOME É ESTA?

QUE FOME É ESTA?   Na semana passada falámos sobre as características que diferenciam a fome fisiológica e a fome emocional. Ainda assim, numa fase

Ler Mais »
Fome ou Vontade de comer? Saiba como distinguir a fome fisiológica da fome emocional.

FOME OU VONTADE DE COMER?

FOME OU VONTADE DE COMER? Conheça as diferenças entre a fome emocional e a fome fisiológica. Conhece aquela sensação de apetite súbito que nos faz

Ler Mais »
Devo correr sozinho ou acompanhado?

CORRER SOZINHO OU ACOMPANHADO?

CORRER SOZINHO OU ACOMPANHADO?   Pois é, correr sozinho ou acompanhado? Aqui está uma questão que já passou pela cabeça de todos os corredores, que

Ler Mais »